Blog da Lume

22 ABR

2021: o ano da Comunicação Interna

       Ao me deparar com a importância do ano de 2020 para a humanidade, cujos reflexos ainda permanecem de forma contundente, me lembrei do livro de Zuenir Ventura, "1968, o ano que nunca terminou". Nesta obra, o jornalista e romancista conta como transcorreu no Brasil o ano que, através do mundo, iria se tornar lendário por conta de manifestações estudantis contra o sistema. Sob a ditadura militar estabelecida em 1964, o presidente Costa e Silva decretaria o AI-5, concentrando poderes e sufocando o que restava de democracia.


     Agora, em pleno século XXI, no início de sua segunda década, nos vemos lutando contra um inimigo invisível, o Novo Coronavírus. A imposição do isolamento social fez com que as empresas criassem, em poucas horas, uma estrutura de emergência para que pudessem funcionar, continuando as atividades da melhor maneira possível. Tudo isso exigiu também aprimorar a comunicação interna, para manter viva a cultura organizacional, preservar a saúde mental e emocional dos colaboradores, e garantir um fluxo adequado de informações entre os setores e em mão dupla. 


    Mais do que nunca, a comunicação interna se mostra indispensável e as empresas, que não investiam nesta área, se viram obrigadas a rever prioridades. Voltar a atenção para o cliente interno é imperioso, lembrando que os empregados representam o público mais importante para uma organização, pois eles transpiram as vitórias e as dores da empresa. Eles representam o coração de uma instituição, e são os primeiros a disseminar a imagem positiva ou negativa de uma companhia. 


     Como o colaborador de uma empresa pode tratar bem um cliente se ele não é acolhido e respeitado em seu ambiente de trabalho? Ainda que inconscientemente, ele tenderá a repetir o comportamento dos seus líderes. Necessário também lembrar que o bom ambiente de trabalho é o principal motivo de fidelização dos colaboradores. Está até mesmo acima do bom salário. E o bem-estar está intimamente ligado à boa comunicação interna. 


       Agora, com a prevalência do home office, a boa comunicação com os colaboradores se torna necessária, para superar a distância física. A chegada da LGPD - Lei Geral de Proteção aos Dados também exige que esta nova realidade seja comunicada corretamente ao público interno. Assim podemos dizer que 2021 está sendo o ano da comunicação interna no meio corporativo. 


       Este ano está sendo marcado por uma profunda revolução de valores, condutas, prioridades, quebrando paradigmas e trazendo à tona a realidade nua e crua de uma sociedade que ainda não aprendeu a respeitar o homem e enxergá-lo como parte inseparável do meio ambiente. Que esta revolução venha para melhor e promova mudanças definitivas no mindset da humanidade, para o bem de todos e para a salvação do Planeta.
       

Cristina Barude
Especialista em Comunicação Corporativa e Liderança Coaching

 

Comentários:

Últimos Artigos

Nenhum artigo encontrado. Página Anterior Próxima Página 
Marca da Lume Comunicação

A Lume Comunicação, agência com 30 anos de mercado, que busca, através de estratégias inteligentes, integradas e modernas, ampliar a comunicação dos clientes junto aos seus diversos públicos de interesse, contribuindo com o sucesso das instituições que assessora.
Saber mais